5 passos para apimentar a relação

Todo casal passa por isso. O começo da relação é aquele fervor, com referências constantes a leões, coelhos, e outros animais bem conhecidos pela fertilidade na hora de definir a vida sexual. Mas quando começa a faltar criatividade, quando não se sabe apimentar a relação, a tendência é nem se lembrarem quando foi a última vez que ficaram debaixo dos lençóis para fazer outra coisa que não seja assistir algo na tv ou no pc.

Sempre existem formas únicas de tornar o sexo sempre atrativo e interessante para o casal. Mas lembre-se de duas coisas importantes: a primeira é que apimentar a relação vem de ambas as partes, sua  e da barbudete. A segunda é não fazer dessas coisas com tanta frequência. Você pode tornar as relações mais interessantes, mas não precisa ser radical todo dia, ou toda semana. Assim fica mais legal e surpreendente.

Com essas bases, vamos para algumas dicas que vão ajudá-lo a ter um sexo mais saudável e interessante.

1- Um bom jantar é sexy

Um dos grandes segredos para apimentar a relação de uma forma simples e muito direta é através do estímulo dos sentidos. Um dos mais simples é o olfato: quem nunca ficou com aquela excitação quando sente um cheiro gostoso de comida? Não é a mesma excitação sexual, mas você pode fazer um bom jantar com essas segundas intenções.

Ou melhor ainda: cozinhar, por si só, é bem sexy quando bem feito. Um barbudo que sabe fazer algum prato saboroso, e tem aquele apreço pela cozinha, pode trazer a barbudete para aproveitar o momento. Quem sabe quais tipos de fantasias podem surgir?

2 – O vinho para dar aquela “soltada”

Nada de encher a cara, hein? Acaba perdendo a graça. O vinho, ou outra bebida da preferência de vocês, pode ajudar a tornar o casal mais desinibido (por isso falei de limites), o que por si só já permite outras coisas na relação íntima.

E mais do que a bebida em si, está todo o momento com ela. Capriche nessas horas, jovem: se você fez aquele jantar mais romântico antes, aproveite o vinho com boas taças, aquela música mais calma e da preferência de ambos para curtir o momento… E o resto é com você, não vamos entregar o ouro aqui porque nós não somos bobos.

3 – Explore o poder da fantasia

Mesmo o barbudo ou barbudete mais recatado não tenham suas fantasias envolvendo o sexo. Elas são parte até da forma que enxergamos nossa percepção do assunto, seja da forma mais simples até a mais louca. Logo, a forma mais simples e bem direta de apimentar a relação é justamente dando aquela atiçada: qual é a sua fantasia?

Por vezes, uma noite quente (ou dia, porque não…) pode começar apenas falando das fantasias um do outro. É um ótimo exercício para deixar a mente mais livre e aberta com a parceira. Lá na frente, quando você pegá-la de surpresa com esses desejos secretos, ou vice-versa, esses papos ficam cada vez mais profundos, mais interessantes, e ainda mais quentes…

E tão interessante quanto saber e falar de suas fantasias, está a possibilidade do casal pensar em algumas juntos. Isso só vai ser possível com uma boa intimidade, então não deixe de explorá-la em seus maiores detalhes.

4 – Um novo lugar sempre abre novas ideias

Um dos motivos para sua vida sexual estar um pouco parada e monótona é simplesmente a própria rotina. Se vocês vão aos mesmos lugares, ou então ficam apenas em casa, ou se realizam as mesmas coisas o tempo todo, a tendência é realmente a relação esfriar.

Duvida? Então experimente ter hora marcada para transar com sua namorada ou esposa, te garanto que a expressão “ficar de saco cheio” vai ser ainda mais literal… Enfim, o ponto é que, se você quer novidades na sua vida sexual, ela pode estar realmente em outro lugar.

Pense numa viagem romântica para uma época que vocês já planejavam andar por aí. Ou, se não for possível, procure novos lugares para visitar. Mesmo a menor das cidades guardam seus lugares especiais que ainda não foram. Daí vai da criatividade do casal pensar o que fazer com eles.

5 – Mete o louco, por que não?

É bem possível que você já tenha tentado alguns dos passos acima em algum momento. Funcionou por um tempo, até que o ostracismo passou a pairar novamente a cabeça do casal. Se tudo acima não funcionar como gostaria, seja ainda mais “maluco”, ora essa”

Diga um dia para sua namorada cancelar todos os compromissos, e saiam os dois para qualquer lugar que possam ficar sozinhos, nem que seja a própria casa, e não façam mais nada que não seja amar um ao outro.

Pense em pequenas provocações durante o dia. Uma foto mais quente, aquela mão boba no meio de uma tarefa doméstica, um olhar mais safado, ou aquela cantada digna do profissional mais sem vergonha que você já tenha encontrado na vida… O que não falta são possibilidades.

Meter o louco nesses casos não significa forçar a barra, jovem. Para dar certo, faça sua pequena pesquisa de campo descobrindo o que ela gosta, o que pode estar faltando, e vá mexendo aos poucos. O jogo está em descobrir essas intenções mais libidinosas.

No fim das contas, apimentar a relação é simplesmente trazer aquele fogo da descoberta e da novidade que todo casal tem quando está começando. É a razão pela qual juntamos nossas escovas de dente, e mantê-las bem juntas. Vale muito a pena saber que sempre temos algo a mais para apresentar e descobrir numa relação, então não deixe de valorizar esse aspecto. Até a próxima!